|

 Casos Ativos

 Internados

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Reportagem

Reboleira: Centenas de pessoas esperam na rua para garantir uma colonoscopia com anestesia

24 set, 2015 - 08:58 • João Cunha

Entre os que aguardam à porta da clínica de Santo António, na Amadora, há quem se tenha plantado no local desde o final da tarde de quarta-feira. Foram entregues 400 senhas, mas só entram 50 utentes de cada vez.

A+ / A-

A clínica de Santo António na Reboleira foi novamente assolada, esta quinta-feira, por filas com centenas de pessoas que procuram a distribuição de senhas para inscrição em colonoscopias com anestesia comparticipadas pelo Estado.

Esta manhã ,na clínica do concelho da Amadora, à hora da abertura das portas ao público, repetiu-se o cenário de caos com pessoas a amontoarem-se junto à porta principal.

Os utentes já foram informados de que só vão entrar 50 de cada vez, pela ordem das senhas distribuídas, mas, mesmo assim, as pessoas foram-se juntando à porta e ficando a olhar, à espera.

Pelo menos 400 senhas foram entregues esta quinta-feira, relativas a dois meses de exames. A diferença em relação à situação vivida em Junho, Julho e Agosto foi que, antes de Junho, foram também distribuídas senhas para marcar exames. Nesses meses, foram distribuídas cerca de 300, menos que aquelas dispensadas esta semana. Desta vez, a distribuição faz-se num período mais curto de tempo.

Entre os utentes que aguardam à porta da clínica da Reboleira há quem se tenha plantado no local desde o final da tarde de quarta-feira. É o caso de Aida Santos, que diz que não teve outra alternativa senão tentar marcar aqui o exame esta manhã.

“Não encontrava lugar nenhum onde fizessem com anestesia pela Segurança Social. Em clínicas particulares tinha que pagar tudo. Na Ordem Terceira tinha de pagar o exame - só a taxa moderadora - mas a anestesia tinha de ser à parte. E se fosse preciso alguma biópsia, teria de ser ainda outro preço”, descreve a utente.

Feitas as contas, é uma despesa superior a 500 euros, incomportável para quem ganha pouco mais do ordenado mínimo. “Fui trabalhar o dia todo e vim para aqui. Chegámos às oito menos vinte, dormimos no chão, embrulhados em cobertores, tapados com gorros, cachecóis, e, agora quando marcar, tenho de voltar a ir trabalhar outra vez, praticamente sem descansar”, diz Aida Santos. É um caso entre muitos, verificado esta quinta-feira à porta da clínica de Santo António.

Em Junho, no Parlamento, o ministro da Saúde Paulo Macedo garantia que seria alargado o número de entidades para realização de colonoscopias. Garantia o ministro, na altura, que o assunto estava a ser resolvido.

Contactado pela Renascença, o Ministério da Saúde remeteu esclarecimentos para mais tarde.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Manuel
    25 set, 2015 Lisboa 02:27
    Comentando os comentários. Engraçada a forma da "direitalha" (!!) desviar o foco duma coisa óbvia - que o SNS está a ser destruído aceleradamente em favor da privataria - aqui como noutros países onde a "direitalha" governa - ex.: Inglaterra, Finlândia (sim, em Helsínquia as pessoas protestam em massa na rua). Por exemplo a srª Luisa Santos, que diz "menos mal que isto vai melhorar", deve achar que somos todos burros! Farmácias a falir todos os meses. 1 milhão sem médico de família só em Lisboa e Vale do Tejo. Até os chineses dizem que uma consulta cá demora tanto e há tanta burocracia que preferem deslocar-se à China quando estão doentes (parece mentira, mas deu na RTP2 ontem, num programa sobre emigrantes chineses em Portugal). Recentemente as filas na urgência do Santa Maria e no Amadora-Sintra chegaram ao record de 2 e 3 dias de espera. Numa urgência! Isto é 3º mundo... Mais desvios do foco: um "comentador" diz que são todos os políticos culpados, outro que isto é resultado de 40 anos. Devem estar a brincar... só pode... O velho truque: se tens um governo de esquerda, a culpa até da tua unha encravada é desse governo. Mas se tens um cataclismo como este, em que O ATUAL GOVERNO mergulhou o país, a culpa já é "dos últimos 40 anos" e dos "políticos todos". Bem, ainda digo uma coisa feia.... tomam-nos mesmo por parvos...! POR FAVOR. PÁREM DE BOLSAR IDIOTICES!! E NO DIA 4 CONCENTREM OS VOTOS NO PARTIDO QUE PODE DERROTAR A "DIREITALHA", E ESSE, GOSTEMOS OU NÃO, É O PS!
  • Marisa Champney
    24 set, 2015 Massachusetts,USA 23:39
    Pobres Portugueses terem que dormir na rua para terem assistencia medica.Fazer uma colonocopia sem anesthesia? Haviam de fazer isso aos politicos para esses malandros sentirem as dores .Tenho pena do meu povo.
  • Horácio Santos
    24 set, 2015 Damaia 22:15
    É como a minha Médica de familia só dá consulta ás vezes
  • Idalina
    24 set, 2015 Seixal 20:52
    Também lá estive, cheguei às 3h e trinta minutos, passei um frio imenso. É deprimente. Estava despachada às 10h da manhã.. Estou com o exame marcado para 19 de Outubro.
  • Carlos Manuel
    24 set, 2015 Laranjeiro 14:57
    O Povo só tem aquilo que merece !!
  • Carlos Manuel
    24 set, 2015 Laranjeiro 14:54
    Agora dia 4 de Outubro, não se esqueçam de ir votar " naqueles " que são os principais culpados desta anedota politica de 40 anos !!
  • DOMINGOS SA
    24 set, 2015 VILA NOVA DE GAIA 14:54
    Esta situação ainda vai piorar, o ministerio da Saúde mais concretamente o Snrº Ministro, não deve saber a fundo do que se passa no sistema Nacional de Saúde, a dificuldade de contratar medicos, existem situações q
  • esteves
    24 set, 2015 Viseu 14:49
    Mais uma incompetência deste governo de traição nacional de coelho e portas!
  • Celtibero
    24 set, 2015 Lisboa 14:27
    Respondendo a Maria. Não vejo nenhum tipo de medicamento que possa substituir uma colonoscopia. Mesmo para rastreio do CCR será sempre ou uma colonoscopia tradicional destas que estamos a falar ou de uma Colonoscopia virtual (Colonografia) que ainda fica mais caro e não tem tanta eficacia. Por isso a Colonoscopia ainda vai manter-se como o metodo mais eficaz como rastreio ou como diagnostico/tratamento de lesões no colon.
  • João de Oliveira Areias
    24 set, 2015 Sobralinho 13:44
    A poderosa arma ( voto ) que a Democracia nos trouxe, deverá ser bem utilizada. É certo que estamos saturados e desacreditamos com redobrados enganos temos sido alvo. Mas está AGORA ( dia 4 de Outubro ) na nossa mão a possibilidade de experimentarmos outra gente. Até ao momento têm sido os mesmos que agora nos fazerem crer acreditar no que sempre prometeram e mentiram, vamos dar a oportunidade a outros. Pior que isto talvez não seja. Temos que ser corajosos e perder o medo, precisamos de outra gente, outras mentalidades, outras visões de sociedade. FORA COM A DIREITA FRENTE COM A ESQUERDA.