A+ / A-

Passa tempo a mais nas redes? Facebook e Instagram querem ajudá-lo

01 ago, 2018 - 13:09

Plataformas anunciam nova ferramenta para ajudar os utilizadores a controlar a quantidade de tempo que passam ao telemóvel ou ao computador.
A+ / A-

O Facebook e o Instagram anunciaram esta quarta-feira o lançamento de uma nova ferramenta para limitar a quantidade de tempo que as pessoas passam nas duas aplicações.

O anúncio surge numa altura em que se amontoam estudos a apontar que o tempo em excesso passado nas redes sociais pode ter um impacto negativa na saúde mental dos utilizadores.

Através da nova ferramenta, cada utilizador vai poder controlar há quanto tempo está no telemóvel a ver fotos e publicações, criar alertas para sair das aplicações quando já lá está há demasiado tempo e silenciar notificações durante um período de tempo definido por si.

O Facebook, que detém as duas aplicações em questão, diz que trabalhou em parceria com organizações e especialistas em saúde mental para desenvolver a nova ferramenta. Contudo, algumas pessoas dizem que não é suficiente.

"Não diria que é uma mudança radical ou que isto vai mudar muito a forma como a maioria das pessoas usa o Facebook ou o Instagram", defende à BBC Grant Blank, do Instituto de Oxford para a Internet. "Parece-me que estão a tentar equilibrar o seu interesse corporativo para que as pessoas passem o máximo de tempo possível no Facebook ao mesmo tempo que tentam dar resposta às pessoas que consideram que as contínuas notificações distraem e causam distúrbios."

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.