O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-
80ª Volta a Portugal em Bicicleta

Atenção, candidatos. Onde se decide a Volta?

31 jul, 2018 - 09:00 • Pedro Filipe Silva (enviado da Renascença à Volta a Portugal)

A Volta, aquele amor de verão, arranca dia 1 de agosto e estende-se até dia 12. Confira o mapa da principal prova velocipédica nacional.
A+ / A-
Onde se decide o vencedor da Volta a Portugal?
Onde se decide o vencedor da Volta a Portugal?

Chega agosto e com ele a Volta a Portugal em bicicleta. Este regresso pode ser comparado àquelas paixões de miúdos, própria do Verão, que reencontramos a cada ano.

As cores do pelotão pintam as estradas portuguesas, que por estes dias ganham vida nova com os aplausos dos que querem rever o seu amor de Verão.

Ao olharmos para o mapa da Volta 2018, podemos ver muitas e boas novidades.

Setúbal abre as hostilidades. Um Prólogo com 1,8 km (sim, apenas um quilómetro e oitocentos metros!) é suficiente para definir o primeiro Camisola Amarela da competição.

Se continuarmos no campo das paixões de Verão, podemos dizer que a Volta logo na 1ª etapa vai reviver aquele namoro com sabor a água salgada da adolescência. Dez anos depois, a Volta a Portugal regressa ao Algarve, a Albufeira, numa tirada que começa em Alcácer do Sal.

Os regressos não ficam por aqui. Haverá também a visita à paixão que ficou pelo Alentejo, por isso logo na 2ª etapa teremos a ligação entre Beja e Portalegre, a mais longa deste ano com 191,8 km.

A 3ª etapa será solidária. Liga Sertã e Oliveira do Hospital. Atravessa os municípios mais afetados pelos incêndios do ano passado. O pelotão irá colorir, nem que seja por escassos minutos, a paisagem cinzenta daqueles montes e vales.

O lado mais cor-de-rosa desta paixão, começa a ganhar novas cores a partir da 4ª etapa, a sempre considerada “etapa rainha”. Começa na Guarda e termina em plena Serra da Estrela, nas Penhas da Saúde, com direito a uma passagem pela Torre. É o regresso de uma chegada à Serra (não ao ponto mais alto). No final deste dia teremos certamente uma primeira seleção dos favoritos à vitória.

Ansiosos pelo dia de descanso, os corredores vão na 5ª etapa ao encontro de outro amor eterno da Volta: Viseu. A tirada começa no Sabugal.

Depois de 80 edições, ainda é possível esta prova ir ao encontro de novos lugares. Sernancelhe é estreia ao receber a partida da 6ª etapa que termina em Boticas. A atenção terá de ser redobrada, já que o último prémio de montanha do dia, de 1ª categoria, está instalado a apenas 16 quilómetros da chegada. E até Boticas é sempre a descer.

No início da 7ª etapa, a caravana ainda saboreia um pouco do cenário das Terras de Barroso, ao partir de Montalegre em direção ao alto do monte de Santa Luzia, em Viana do Castelo.

Apesar de ser a mais curta com 147,6 km, a 8ª etapa não deixa de ser por isso complicada. Os homens do asfalto partem de Barcelos para ir em direção à vizinha Braga. Está reservada para o final uma animação extra com as duas subidas ao Sameiro e com direito a uma primeira abordagem à zona de chegada.

Se nos anos anteriores a Senhora da Graça, em Mondim de Basto, tinha um lugar especial no mapa da Volta, este ano ganha o estatuto de uma segunda “etapa rainha”. A um dia do fim da competição, a subida ao Monte Farinha pode arrumar com as contas desta Volta 2018. A aventura do dia começa em Felgueiras.

E de repente estamos em Fafe, prontos para a despedida deste amor. Fafe recebe o contrarrelógio final, que servirá para tirar as últimas dúvidas que possam existir.

O regresso a casa faz-se com a vontade de que volte novamente o verão, para com ele reviver este intenso amor.


Confira aqui todas as etapas:

Prólogo – Setúbal-Setúbal (CRI - 1,8 km) | 1 agosto
1ª etapa – Alcácer do Sal – Albufeira (191,8 km) | 2 agosto
2ª etapa – Beja – Portalegre (195,3 km) | 3 agosto
3ª etapa – Sertã – Oliveira do Hospital (175,9 km) | 4 agosto
4ª etapa – Guarda – Penhas da Saúde (171,4 km) | 5 agosto
5ª etapa – Sabugal – Viseu (191,7 km) | 6 agosto
DIA DE DESCANSO – VISEU | 7 agosto
6ª etapa – Sernancelhe – Boticas (165,4 km) | 8 agosto
7ª etapa – Montalegre – Viana do Castelo (Sta. Luzia) (165,5 km) | 9 agosto
8ª etapa – Barcelos – Braga (147,6 km) | 10 agosto
9ª etapa – Felgueiras – Mondim de Basto (Sra. da Graça) (155,2 km) | 11 agosto
10ª etapa – Fafe-Fafe (CRI – 17,3 km) | 12 agosto

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.