A+ / A-
Ciclismo

Vitória holandesa ao "sprint" na mais longa etapa do Tour

13 jul, 2018 - 20:35

Dylan Groenewegen impõe-se em cima da meta, em Chartres. Belga Greg Van Avermaet cimenta liderança da geral individual.
A+ / A-

Dylan Groenewegen (Lotto NL-Jumbo) venceu ao "sprint" a sétima e mais longa etapa do Tour de France, esta sexta-feira.

O belga Greg van Avermaet (BMC) conservou a camisola amarela, símbolo da liderança da geral individual.

Na ponta final dos 231 quilómetros da mais longa tirada desta edição, que ligou Fougères a Chartres, o holandês bateu o colombiano Fernando Gaviria (Quick-Step Floors) e o esloveno Peter Sagan (BORA-hansgrohe), segundo e terceiro, respetivamente, com o mesmo tempo do vencedor (5h43m42s).

Van Avermaet cortou a meta no 16º lugar, com o mesmo registo e mantém o comando, com seis segundos de vantagem sobre o britânico Geraint Thomas (Sky) e oito em relação ao seu colega norte-americano Tejay van Garderen.

A oitava etapa, com 181 quilómetros a ligar Dreux e Amiens, é propícia a uma nova chegada ao "sprint".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.