|
A+ / A-

Johnson & Johnson condenada a indemnizar mulheres com cancro

12 jul, 2018 - 22:56

As 22 mulheres e as famílias alegaram cancro nos ovários foi causado por décadas de utilização de pó de talco com amianto. A multinacional nega tudo.

A+ / A-

A multinacional Johnson & Johnson foi condenada pela justiça dos Estados Unidos a pagar 550 milhões de dólares a 22 mulheres que alegaram ter contraído cancro depois de utilizarem produtos da marca com amianto.

O veredito foi conhecido depois de cinco semanas de testemunhos e alegações por parte de uma dezena de especialistas da defesa e da acusação, num tribunal de St. Louis, no estado do Missouri.

O júri escolhido para este caso ouviu as duas partes e demorou menos de um dia a decidir que a Johnson & Johnson tem que indemnizar as queixosas, naquele que é o maior caso contra a empresa, até agora.

As 22 mulheres e as famílias alegaram que décadas a utilizar pó de talco e outros produtos cosméticos à base de talco causaram cancro nos ovários.

Os queixosos argumentam que, pelo menos desde a década de 70 do século passado, a multinacional sabia que o talco continua amianto, mas não avisou os consumidores pelos riscos que corriam.

Johnson & Johnson nega que os seus produtos provoquem cancro ou que contivessem amianto. Garante que décadas de estudos provam que o pó de talco é seguro.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Maria
    13 jul, 2018 Madeira 11:17
    Bom dia! É preciso estar atenta, porque mais vale prevenir que remediar. Muitos institutos de estética usam o pó talco na depilação. Uma alternativa a esta poderá ser a argila branca. Simples e mais saudável.