A+ / A-

Ministério das Finanças investiga 90 transferências de jogadores e treinadores

04 jul, 2018 - 19:09

Resultados apresentados no relatório anual de combate à fraude e evasão fiscal. Número de processos quase duplicou desde 2017.
A+ / A-

O Ministério das Finanças revelou, esta quarta-feira, que em 2017 tinha em marcha 90 processos de investigação a transferências de jogadores e treinadores de futebol.

Os resultados foram publicados no relatório anual de combate à fraude e evasão fiscal, divulgado no site do Parlamento, e vem reforçar o maior controlo tributário por parte da administração fiscal.

Existem suspeitas de esquemas abusivos nas transferências de jogadores para ocultar rendimentos alvo de IRS, através de comissões a intermediários e direitos de imagem. No relatório, não há referência a quem são os envolvidos nas investigações.

A Autoridade Tributária e Aduaneira está, ainda, a colaborar com Espanha em alguns casos concretos de intermediação de jogadores. Os processos envolvem, também, a colaboração administrativa com 16 outros países, alguns dos quais ainda sem resposta.

As Finanças aumentaram o controlo dos negócios de futebol desde 2016. Nesse mesmo ano, o Fisco abriu 52 processos relativos a transferências de jogadores e treinadores.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.