O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

João Coimbra: "Benfica não esteve bem defensivamente porque não ganhou títulos"

28 jun, 2018 - 12:45

O médio formado nos encarnados espera uma defesa sólida e entende que o Benfica continuará dependente de Jonas.
A+ / A-

João Coimbra, antigo jogador do Benfica, considera que as águias não estiveram tão bem a nível defensivo, na última época, porque "não ganharam títulos". Ainda assim, em declarações a Bola Branca, João Coimbra reitera que Rúben Dias e Jardel não devem ser esquecidos.

"É importante não esquecer que o Rúben esteve muito bem, o Jardel também fez uma boa época e são sempre mais dois para ajudar a compactar a defesa", atira o médio formado na Luz.

As chegadas de Germán Conti (Colón da Argentina), Cristian Lema (Belgrano) e Ebuehi (Den Haag da Holanda) à defesa "vão ajudar a compactar" o sector, entende Coimbra. O médio de 32 anos destaca a "boa aposta" que o Benfica tem feito no campeonato argentino, em alusão às contratações de Conti e Lema.

Reforços para a frente não invalidam Jonas

Para o ataque, chegaram Nicolás Castillo e Facundo Ferreyra que, para João Coimbra, são "reforços sonantes" e dão "garantias de golo". Apesar dos reforços, Coimbra entende que a dependência de Jonas não acabará.

"Sinceramente, duvido que [o Benfica] fique menos dependente [de Jonas]. Seria um bom sinal porque, com Jonas bem, o Benfica tem sempre muitos golos", considera o antigo jogador do Trofense.

Para João Coimbra, o Benfica "está a reforçar-se bem e apostar forte no campeonato". O jogador diz, ainda, que a "exigência" dos encarnados continua a ser ganhar.

"Uma equipa que quer lutar por todos os títulos em que está inserida tem de ter uma equipa competitiva para fazer face às exigências de uma longa época. E, claro, vitórias, que é o que se pede mais a uma equipa como o Benfica", afirma João Coimbra.

Saída para o Luxemburgo

Depois de dois anos a alinhar no Campeonato Nacional de Seniores (CNS), João Coimbra deu "outro salto", desta feita para a Primeira Liga do Luxemburgo.

"É o regresso a uma Primeira Liga e, quem sabe, o prolongar da minha carreira. Em Portugal, a minha motivação já não era muito grande", confessa Coimbra.

João Coimbra é reforço do US Mondorf-les-Bains, sexto classificado da liga luxemburguesa e confessa que está motivado, depois de emigrar uma vez mais.

"Sentia que, se continuasse no CNS por mais um ano, seria o adiar de mais um ano. Estou a tentar ganhar uma nova motivação e estou a gostar bastante desta nova experiência", diz João Coimbra, em declarações a Bola Branca.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • 28 jun, 2018 palmela 13:30
    Quando acabar o mundial de futebol pra mim acaba a bola! Esta matanca que fizeram a bruno de carvalho por parte da comunicacao social tirou-me o vicio!