O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

Bruno de Carvalho anuncia processos-crime contra Patrício e Podence

09 jun, 2018 - 21:46

Presidente do Sporting diz estar "farto de chantagens" e desafia a oposição apresentar, a partir de segunda-feira, "o pedido de uma assembleia geral destitutiva do conselho diretivo".
A+ / A-

O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, anunciou este sábado que vai avançar com processos crime contra Rui Patrício e Daniel Podence.

Numa mensagem publicada na conta pessoal na rede social Facebook, o líder do conselho diretivo avança com medidas de retaliação contra os dois jogadores que rescindiram unilateralmente.

"As rescisões já apresentadas, representam um crime gravíssimo de difamação e calúnia que não vai ser deixada em claro, pelo que, para além das questões desportivas e de indemnização ao Clube, ainda estarão a braços um processo crime pelas acusações inacreditáveis que fizeram e que terão de provar em sede de processo cível", refere Bruno de Carvalho.

O presidente do Sporting diz estar "farto de chantagens de alguns advogados e agentes" e deixa uma garanta: enquanto mandar, o Sporting "não vai negociar nenhuma renovação ou venda - a não ser as já previstas - até 15 de Junho".

"Por isso, se querem chantagear com rescisões, rescindam já, pois nunca vos será dada razão e eu não cederei a chantagens. Se é para fazer, façam já, e, em termos legais, cá estaremos para defender a verdade e o Sporting Clube de Portugal. Se não é isso que querem, mandem parar os vossos advogados e agentes", atira Bruno de Carvalho.

Bruno desafia oposição interna

O presidente do Sporting começa a mensagem a dizer que o clube "tem tudo para ser feliz" e desafia a oposição apresentar nos serviços do clube, a partir de segunda-feira, "o pedido de uma assembleia geral destitutiva do conselho diretivo".

"Se cumprir a lei e os preceitos todos regulamentares, será realizada num espaço temporal de cerca de 8 a 10 dias - está nas mãos dos Sportinguistas", garante o líder do clube de Alvalade.

Bruno de Carvalho pede aos seus adversários internos que "acabem com as ameaças. Entreguem e marcamos, ponto final! Transformamos o ponto de discussão da AG de dia 17 nesse pedido de destituição, com todas as condições de segurança e de fidedignidade dos resultados", garante.

"O Sporting CP tem já tantos putativos candidatos que os Sportinguistas têm o futuro assegurado: Álvaro Sobrinho para dono da SAD com Ricciardi, Varandas, Figo, Pedro Baltasar, Poiares Maduro, Dionísio Castro, Rogério Alves, Pedro Madeira Rodrigues... E mais vão surgir. Não têm de ter medo. É decidir se quiserem eleições agora", desafia Bruno de Carvalho.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Petervlg
    11 jun, 2018 Trofa 10:42
    Não falta muito, para BC, apresentar um processo-crime, contra ele próprio.
  • João Lopes
    10 jun, 2018 Viseu 09:21
    Bruno de Carvalho não é digno de estar no Sporting: envergonha os sportinguistas e as pessoas de bem!
  • Manuel
    10 jun, 2018 Moura 00:33
    Já estou farto de ouvir este homem, bem ou mal neste momento o RP e o POD. já não são jogadores do Sporting até podem ser inscritos por outro clube, só depois é que as comissões arbitrais é que vão analisar quem tem razão , se os jogadores ou SCP, se forem os jogadores o SCP tem de os indemnizar se for o SCP têm de ser os jogadores a indemnizar o Clube. Agora uma coisa é certa, os jogadores já não pertencem ao SCP independentemente das indemnizações que possa a haver para um lado ou para outro, ponto final.
  • José Silva
    09 jun, 2018 Paço de Arcos 22:01
    Compreende-se pois aquilo não são apenas cartas de rescisão. O Rui e o Podence mandaram-se para fora de pé