O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

Tribunal brasileiro decide pena de prisão para Maurides

29 mai, 2018 - 20:22

O avançado do Belenenses está acusado de atrasos e falhas no pagamento da pensão de alimentos da filha, de quatro anos.
A+ / A-

O Tribunal de Família de Porto Alegre decretou pena de prisão para Maurides, avançado do Belenenses, por sucessivos atrasos e falhas no pagamento da pensão alimentar da filha. O processo começou em 2013.

Segundo a imprensa brasileira, o passaporte de Maurides foi bloqueado em 2017 e o avançado só teve autorização para deixar o Brasil, rumo à Europa, mediante o pagamento de uma parte do valor em dívida. Nesse ano, foi intimado por três vezes. Tudo começou em 2013, quando o jogador deixou de pagar a pensão de alimentos da filha, de quatro anos.

O advogado do atacante, Leonel Falcão, revelou à imprensa brasileira que Maurides não foi notificado pessoalmente para o pagamento da dívida e que submeteu recurso ao Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Anónimo
    30 mai, 2018 21:29
    Se for culpado acho bem que seja condenado mas a verdade é que é muito difícil acreditar no veredicto de uma justiça tão corrupta como a brasileira. Devia ter ficado em Portugal. A justiça portuguesa pode ter problemas mas nada que se compare com a brasileira.