O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-
Seleção Nacional

Bernardo cumpre sonho de menino na Rússia

25 mai, 2018 - 17:12

O médio da seleção nacional admite que disputar um Mundial sempre foi objetivo. Bernardo Silva não espera grupo fácil.
A+ / A-

Participar no Mundial é o concretizar de um sonho, para Bernardo Silva. Em entrevista à FPF, o médio-ofensivo da seleção nacional alinha pelo discurso dos companheiros e assume que, embora o objetivo seja sair da Rússia como campeão do mundo, Portugal não está entre os favoritos.

"Temos intenção e muita ambição de ganhar esta competição, sabendo que não somos favoritos. Há outras seleções, pela história neste tipo de competições e pelo tamanho, que partem como favoritos, mas nós queremos entrar com toda a força para ganhar", afirma Bernardo.

O médio do Manchester City assume que ir a um campeonato do mundo, com as cores da seleção portuguesa vestidas, é "um sonho de criança":

"Sempre quis representar a nossa seleção numa destas competições, especialmente num Mundial, que só se joga de quatro em quatro anos e que é, possivelmente, a competição mais importante a nível de futebol".

A pressão de vencer e um grupo muito complicado

Nesta estreia em grandes competições, Bernardo reconhece que, "depois de ganhar o Europeu", é natural que todos olhem para Portugal "de uma maneira diferente" e que exista maior pressão. "Mas a pressão a este nível é uma coisa boa, é sinal de que a seleção nacional, nos últimos anos, tem feito um bom trabalho e que a expetativa é alta", assinala.

A fase de grupos do Mundial não será fácil. Portugal arranca "contra um dos favoritos", a Espanha, "que é uma das melhores seleções do mundo". Segue-se Marrocos e Bernardo, que jogou em França, pelo que conhece "vários jogadores", garante que a equipa africana "é uma seleção mesmo muito forte e muito organizada, com um selecionador europeu". O Irão é treinado por Carlos Queiroz, antigo selecionador nacional.

"Vai ser um grupo bastante complicado, mas nós vamos dar o nosso melhor para conseguirmos passar o grupo e, depois, pensar jogo a jogo, para chegarmos ao nosso objetivo final", afiança Bernardo Silva.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.