A+ / A-

Dia de calor com alertas à exposição ao sol

17 mai, 2018 - 09:54

Todas as regiões do país apresentam risco muito elevado devido à radiação ultravioleta. No Algarve, há quatro concelhos com risco muito elevado de incêndio.
A+ / A-

As temperaturas vão subir, nesta quinta-feira, acima dos 25 graus em maior parte do continente. Em Lisboa, a máxima prevista é de 28 graus, no Porto de 26 e em Faro de 25.

Em Beja, Évora e Castelo Branco, o termómetro também deverá subir aos 28 graus, em Coimbra e Braga aos 29 e a cidade mais quente deverá ser Santarém, com uma máxima prevista de 32 graus.

As temperaturas mínimas vão oscilar entre os 10 graus (em Bragança e na Guarda) e os 17 (em Lisboa e Portalegre).

Neste contexto meteorológico, a praia convida e as roupas leves saem do armário, mas as radiações ultravioletas impões cuidados com a pele.

Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), todas as regiões do continente, Açores e Madeira apresentam um risco muito elevado e elevado de exposição à radiação ultravioleta (UV).

Braga, Viana do Castelo e o arquipélago da Madeira estão com níveis elevados.

O IPMA recomenda o uso de óculos de sol com filtro UV, chapéu, t-shirt, guarda-sol e protetor solar, além de desaconselhar a exposição das crianças ao sol.

Os índices UV variam entre 1 e 2, em que o UV é baixo, 3 a 5 (moderado), 6 a 7 (elevado), 8 a 10 (muito elevado) e superior a 11 (extremo).

Quatro concelhos algarvios em risco muito elevado de incêndio

Quatro concelhos do distrito de Faro apresentam esta quinta-feira um risco muito elevado de incêndio, segundo o IPMA: Castro Marim, Alcoutim, Tavira e São Brás de Alportel.

O IPMA colocou também em risco elevado de incêndio cerca de 40 concelhos dos distritos de Faro, Portalegre, Castelo Branco, Aveiro, Guarda, Viseu, Bragança e Vila Real.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre o reduzido e o máximo.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.