A+ / A-

Pelo menos 17 mortos em tiroteio em escola da Florida

14 fev, 2018 - 20:06

O atirador, ex-aluno da escola, foi detido pelas autoridades.
A+ / A-
Pelo menos 16 mortos em tiroteio em escola da Florida
Pelo menos 16 mortos em tiroteio em escola da Florida

Pelo menos 17 pessoas morreram em consequência de um tiroteio numa escola secundária na cidade de Parkland, na Florida, Estados Unidos. A informação foi confirmada pelo xerife Scott Israel em conferência de imprensa.

"Lamento informar que 17 pessoas perderam a vida", referiu.

Segundo a polícia, o atirador, que tinha uma AR-15, várias munições e bombas de fumo, foi detido, sem oferecer resistência, depois de algum tempo em fuga. As autoridades adiantam que o suspeito se chama Nikolas Cruz, tem 19 anos e foi aluno da escola. Não há, para já, mais informações sobre as motivações do atirador.

Há também, pelo menos, 15 feridos, três deles em estado crítico.

As autoridades evacuaram a escola Marjory Stoneman Douglas e passaram a vistoria ao local. As primeiras informações apontavam para a existência de pelo menos 20 feridos.

Depois de ouvir várias testemunhas e a polícia, os media norte-americanos indicam que o suspeito terá começado a disparar ainda antes de entrar no edifício e que terá feito disparar o alarme de incêndio para, por um lado, facilitar os disparos e, ao mesmo tempo, conseguir fugir durante a confusão.

Na escola, onde estavam cerca de três mil alunos, só vai reabrir na próxima segunda-feira. Na manhã do tiroteio houve um exercício de segurança.

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, já reagiu a este tiroteio graças a uma mensagem na rede social Twitter.

[actualizado às 01h23]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Judite Anjos
    14 fev, 2018 Lisboa 22:47
    Anda tudo maluco