O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

Electricidade. EDP admite facturas elevadas, mas diz que há poucas reclamações

03 jan, 2018 - 08:20

Leituras feitas pela empresa têm erros e dão origem a facturas com montantes de milhares de euros.
A+ / A-

Veja também:


São vários os clientes da EDP que se queixam de erros na leitura dos contadores, que levam a valores exorbitantes de cobrança. A empresa admite a falha, mas diz que “não foi registado um aumento no número de reclamações por erro de leitura nos últimos meses”.

A notícia é avançada na edição desta quarta-feira do “Jornal de Notícias”, que apresenta alguns casos concretos de clientes que foram surpreendidos com facturas de milhares de euros para pagar.

Um deles é o proprietário de uma pastelaria, que costuma pagar 700 euros por mês e recebeu, no mês passado, uma conta de quase quatro mil euros.

Segundo o jornal, entre as últimas queixas que chegaram à associação do consumidor Deco está a de um consumidor que afirma que a EDP “conseguiu ler valores muito superiores [em 11 de Dezembro] aos que constam no dia de hoje [17 de Dezembro]”. E, depois, de indicar os valores concretos, conclui que “o valor facturado subiu e muito”.

Uma outra cliente lesada afirma que contactou a empresa e que a resposta que recebeu foi que “é uma empresa à parte que faz as leituras e que eles simplesmente aceitam os valores que lhes são transmitidos”. Aconselham, por isso, os clientes “a dar a contagem”.

Questionada pelo JN, a EDP diz que o número de casos de reclamação sobre leituras e consumos que chega ao grupo é reduzido” e que “não foi registado um aumento no número de reclamações por erro de leitura nos últimos meses”.

Em entrevista à Renascença, no final de Dezembro, o secretário de Estado da Energia anunciou que, a partir de Janeiro os consumidores podem regressar ao mercado regulado se considerarem que o preço é mais vantajoso.

Com o ano novo, o preço da electricidade desceu para os clientes que se mantiveram no mercado regulado e registou um aumento de 2,5% na EDP Comercial.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Idalina Monteiro
    03 jan, 2018 Beja 23:05
    Afinal a luz nao vai baixar publicidade enganosa. Quase nos obrigatam a mudar para o mercado liberalizado...e mudei mas agora vai aumentat...estou a pensar mudar para o regulado será que posso. Pago muito de luzpo muito que poupe não baixa. Reclamar? Para quê ? A edp tem sempre razão.
  • Alfredo Laranjinha
    03 jan, 2018 Alcaide 19:22
    Levei ONZE MESES para resolver um problema de erro de leitura que acabou quando pus a edp em tribunal e...ganhei.
  • Rogério Bento
    03 jan, 2018 Lisboa 18:21
    E a "entidade reguladora "onde anda?Anda a mandar o pessoal a fazer simulações, que sabe de antemão que são complicadas, visto que a Edp tem o monopólio, e as pessoas têm medo de pseudo mudanças. Não há quem nos valha neste país eco.
  • anabela oliveira
    03 jan, 2018 Almada 15:35
    No meu caso apos um atrazo de 2 meses em q, segundo a Edp,a culpa foi dos ctt ,em nao me enviarem a conta de luz recebi um postal de corte.3 dias depois fui pagar.disseram q n iam ligar como pedi pq o contatto tinha cessado pela parte da edp.Se quizesse voltar a ter contsdor teria q fazer um nivo contato apos ir as finançasactualizar a caderneta predial.isto em Maio di ano passado.Desde entao recebo cartas e msg de mais q uma entidade a cobrar a despeza entre...maio e setembro de um contador q eles mesmisc renuncuaram ao contrato.falei c a edp no pragal-Almada.disseram q a queixa ficava anotada.p n ligar as "ameaças",mas td continua.Foi la um jovem da edp fazer a contagem...do contador q n tem contrato por desistencia da edp.. e concluiu q eke devia ter problema pq n tinha contagem devia estar...avariado.isto depois de lhe ter contado.q o contador nao contava.... pq eles deram baixa,nao eu e ja n havia contrato..m
  • 03 jan, 2018 15:25
    É falta de sivismo neste pais onde tem ganhos elevados Mesmo assim .nao param de fazer aumentos..Só roubar
  • SERGIO MACHADO
    03 jan, 2018 Oeiras 15:00
    Ainda por cima a EDP goza com os consumidores.....
  • Delfim
    03 jan, 2018 Viseu 15:00
    Chama-se "fishing" o nome dado a esta técnica de vigarice. Lança-se o isco e quem morder o anzol está tramado. Quem reclamar recebe um humilde pedido de desculpas pelo lapso, quem andar distraído e o não fizer enche os bolsos destes "inocentes vigaristas"!
  • Armanda Silva
    03 jan, 2018 Faro 14:38
    Supostamente a cliente que reclamou sou eu. Acrescento ainda que a resposta que me foi dada, era que deveria dar a contagem da leitura porquê se o quadro é eléctrico???? Não deveriam as respectivas leituras ficarem automaticamente registadas na empresa EDP?
  • Mariana Trigo
    03 jan, 2018 Odivelas 14:36
    A EDP Comercial são uns saqueadores, no ano que passou, por morte do esposo fui para alterar a titularidade, disseram-me não ser possível e nos 4 novos contratos, incluíram o serviço FUCIONA contra a minha vontade, pedi para no retirarem, nengaram. Atrapalharam a minha vida de tal maneira que entrei numa fase de depressiva. São uns abutres.
  • Maria R.Mouron
    03 jan, 2018 Odivelas 14:03
    Eu recebi uma faturade luz e gaz de 411€ para pagar,a fatura foi suspensa pq o erro maior foi do fornecedor da Lisboa gáz,estou a aguardar uma inspeção ao contador,isto é inconcebivel somos uma casa só de 3 pessoas!