O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-
Sporting

Jesus defende continuidade de Rui Vitória. "Benfica está na corrida pelo título"

02 jan, 2018 - 18:38

Treinador do Sporting solidário com homólogo do Benfica, com quem mantém uma relação de relativa tensão.
A+ / A-

Jorge Jesus considera que o universo benfiquista não tem motivos para exigir a "cabeça" de Rui Vitória, na sequência da queda dos encarnados em três das quatro competições para as quais partiu, no início da época, com aspirações legítimas.

O técnico do Sporting lançou uma mão solidária ao homólogo com quem tem vindo a protagonizar uma relação de tensão, nas últimas épocas. Deixando de parte os desentendimentos do passado recente, "JJ" sai em defesa de Rui Vitória.

"Nós, treinadores, estamos sempre a ser contestados. No Sorting, Benfica e FC Porto, basta não ganhar um jogo para ser contestado. Às vezes, com 50 mil no estádio, aparece um com um lencinho branco e isso é que é destacado. Faz parte da nossa carreira. Não há motivo para isso (críticas a Rui Vitória) porque o Benfica está na corrida pelo título", comentou, esta terça-feira, na antevisão do dérbi com o Benfica, agendado para amanhã.

Cumprimento a Rui Vitória? "O que importa é falar dos dois clubes"

Ora, questionado sobre se irá cumprimentar Rui Vitória, à entrada para o relvado da Luz, Jesus "fintou" o interesse jornalístico.

"O que importa é falar dos dois clubes. São dois rivais, serão sempre e têm de se respeitar. A rivalidade faz parte do jogo, da paixão e dos adeptos. Isso é salutar e bonito. O conteúdo do jogo não são os treinadores ou se se cumprimentam ou não. Os treinadores querem que as suas equipas sejam melhores. Isso é que é respeito entre treinadores", salientou.

O Benfica-Sporting, a contar para a jornada 16 do campeonato, realiza-se esta quarta-feira, às 21h30. O dérbi de Lisboa tem relato na Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.sapo.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.