Fotogaleria

Hugo sobreviveu ao vulcão na Guatemala, mas perdeu 46 familiares

07 jun, 2018 - 20:57

Violenta erupção do vulcão do Fogo - a maior em quatro décadas - provocou uma centena de mortos, mas o balanço ainda é provisório.
A+ / A-

Hugo Lopez sobreviveu ao vulcão do Fogo, que entrou esta semana em erupção na Guatemala, mas não sabe onde estão 46 membros da sua família.

Este residente em El Rodeo, uma das localidades mais atingidas, perdeu a sua casa para a lava e as cinzas e passou os últimos dias à procura de dezenas de familiares.

“Não sei onde estão. Procurei nos hospitais, na morgue e não há sinal deles. Não restou nada aqui”, disse Hugo Lopez, citado pela NBC News.

As operações de busca prosseguem no terreno para tentar encontrar cerca de 200 pessoas que continuam desaparecidas.

Erupção de vulcão mata dezenas na Guatemala
Erupção de vulcão mata dezenas na Guatemala

De acordo com o mais recente balanço oficial, as erupções dos últimos dias do vulcão do Fogo provocaram, pelo menos, 100 mortos.

Alguns dos feridos estão a ser transportados para os Estados Unidos, onde poderão receber cuidados de saúde mais especializados.

Cerca de quatro mil pessoas foram retiradas das aldeias em redor do vulcão e foram levadas para centros de abrigo.

As autoridades admitem que uma falha de comunicações entre a agência nacional de gestão de desastres e os especialistas que monitorizam o vulcão atrasou as evacuações.

O Ministério Público da Guatemala já abriu uma investigação para apurar se os protocolos foram ou não cumpridos.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.