O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-
Bayern Munique

​Muller dispara sobre arbitragem. “Jogámos 10 contra 14”

19 abr, 2017


Depois de Rummenigge e Ancelotti, também o avançado alemão criticou a arbitragem do jogo com o Real Madrid.

“Jogámos 10 contra 14”. Foi desta forma que Thomas Muller comentou a derrota com o Real Madrid (4-2), na segunda mão dos quartos-de-final da Liga dos Campeões, que ditou o afastamento dos alemães.

A causa? A arbitragem de Viktor Kassai, que de modo nenhum foi brilhante. O avançado do emblema bávaro admite que a postura da sua equipa não foi a melhor mas foi bem aguerrida.

“Não fizemos um jogo perfeito, mas, depois de vermos como as coisas se desenrolaram, actuámos em campo como homens”, afirmou o internacional germânico.

O segundo amarelo para Casemiro, o golo fora-de-jogo e a expulsão de Vidal

O jogo, que acabou com uma vitória da equipa de Cristiano Ronaldo, ficou marcado por algumas polémicas que acabaram por ditar o desfecho do jogo.

As situações foram estas: a facilidade com que Casemiro permaneceu imune ao segundo cartão amarelo, escapando à expulsão enquanto levava a melhor sob os adversários através de acções faltosas. Permanecendo em campo, Casemiro conseguiu assistir Ronaldo para o primeiro de três golos da noite do capitão da Selecção Nacional. Situação que leva à segunda polémica do jogo. O golo de CR7 foi validado estando claramente em fora-de-jogo, permitindo o começo da reviravolta dos actuais detentores da “Champions”.

Por outro lado, a expulsão de Arturo Vidal. O médio chileno acabou por sair mais cedo do jogo devidoa uma segunda cartolina amarela vista aos 84’ e que acabou por reduzir a equipa alemã a 10 unidades.

Diálogo com os árbitros

Já depois do jogo ter terminado, a imprensa espanhola avançou que o árbitro da partida terá sido confrontado, no seu balneário, por alguns elementos da equipa de Renato Sanches, tendo havido acção policial. A UEFA, em comunicado, desmentiu essas informações, informando que nenhuma referência figurou no relatório do árbitro.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.