O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|
Renascença Reportagem
O espaço de reportagem da Renascença. Terça depois das 12h
A+ / A-
Arquivo
Reportagem

Vidas suspensas por um documento

14 mar, 2017 • João Carlos Malta


Pascoal só não é português no cartão de identificação, mas arrisca-se a ser expulso para Angola, onde nunca esteve. Muitos dos que nasceram depois de 1981, em Portugal, sem que um dos pais seja português vivem há décadas sem ter a nacionalidade portuguesa. Estão privados de direitos básicos como ter um contrato legal ou ter uma conta num banco. A discussão voltou à AR, mas para alguns poderá ser tarde demais.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.