O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|
Ribeiro Cristovão
A+ / A-

Ciclo para clarificar

23 set, 2016

Os três jogos que se seguem poderão deixar indícios muito seguros do que poderá ser o futuro a médio prazo.

Está à porta um ciclo importante para os principais clubes portugueses de futebol. O que não significa que em função do que vier a acontecer no prazo de uma semana comecem a ficar definidas posições que possam ser tidas como próximas do definitivo.

Pela frente há ainda um longo caminho a percorrer. Mas a verdade é que os três jogos que se seguem poderão deixar indícios muito seguros do que poderá ser o futuro a médio prazo.

O Benfica, líder da classificação geral, tem em Chaves um compromisso difícil neste sábado. Logo a seguir a equipa de Rui Vitória desloca-se a Nápoles para aquele que poderá ser o jogo de grau de dificuldade mais elevado na Liga dos Campeões, para depois defrontar o Feirense, na Luz, naquele que parece ser o mais tranquilo entre os três.

Segue-se o Sporting, que hoje recebe o Estoril Praia em Alvalade, para aquele que os leões desejam se transforme no momento de reabilitação após duas derrotas consecutivas.

Depois, volta a jogar em casa na recepção ao Légia Varsóvia, o mais copiosamente batido na ronda inaugural pelo Dortmund, esperando-o quatro dias depois uma deslocação a Guimarães, onde Jorge Jesus costuma passar por situações pouco agradáveis.

O Futebol Clube do Porto, à semelhança do Benfica, também tem vários escolhos pela frente.

Logo à noite, os dragões recebem o Boavista, num derby sempiterno, cheio de aliciantes, mas também para ser encarado com muita seriedade. Na terça-feira, os portistas jogam em Leicester, onde apadrinham a estreia do campeão inglês em jogos da Champions no seu estádio.

À espreita do Sporting de Braga estão sucessivamente o Vitória de Setúbal, na Pedreira, o Shakhtar Donetz, na Ucrânia para a Liga Europa e, para terminar o ciclo, o Arouca, no terreno dos arouquenses.

Sem arriscar previsões, sempre tão incómodas quanto inconvenientes, o que se pode dizer é que há aqui inúmeras barreiras a transpor, e momentos de grande expectativa para viver.

Os desfechos dos doze jogos citados poderão ajudar a desfazer algumas das dúvidas que neste momento legitimamente se colocam.

Artigos AnterioresRibeiro Cristovão
 

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.