Oração da Manhã
A+ / A-

Quinta-feira, 14 de junho de 2018

Maria Teresa Frazão


Oração da Manhã - 14/06/2018
Oração da Manhã - 14/06/2018

Às vezes o dia começa assim. Sem grande entusiasmo. As ruas não têm sombras nem abrigos.
As palavras agridem e o silêncio fere.
Há uma suspeita de nos teres abandonado.
Permite, por Tua graça, ó Deus - Pai, Filho e Espírito Santo - que a Tua comunhão se revele e os olhos encontrem o Teu rosto no rosto que caminha a nosso lado.
E ainda que os nossos passos tropecem na palavra violência e a voz diga angústia em vez de júbilo e a Paz seja apenas uma esperança e more longe,
vem, ó Deus, uno e trino
e envia-nos para o coração da cidade, anunciando a boa nova do Teu reino e batizando a vida. A vida toda.
E que seja enfim a Tua voz a envolver o dia
«Deixo-vos a Paz, deixo-vos a minha Paz.»

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.