O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
O Mundo em Três Dimensões
Números que contam histórias. De segunda a sexta às 05h40, 14h30 e 21h10 com reposição ao fim-de-semana.
A+ / A-
Arquivo
O Mundo em Três Dimensões - Compras "online" - 23/02/2018
O Mundo em Três Dimensões - Compras "online" - 23/02/2018
O Mundo em Três Dimensões

É daquele tipo de consumidor que confia na internet?

23 fev, 2018 • André Rodrigues , Paulo Teixeira (sonorização)


Quatro em cada cinco consumidores portugueses preferem não partilhar informações pessoais na rede. Por entenderem que isso é arriscado.

É daquele tipo de consumidor que confia na internet? Provavelmente, o universo dos ouvintes divide-se quando confrontado com esta questão.

Afinal, há uma nova geração de consumidores que está a entrar no mercado e que prefere comprar tudo "online". É verdade: os mais jovens já não vão às lojas, mas estes são, ainda, uma minoria.

A tradição ainda é o que era. E os consumidores portugueses ainda manifestam resistências no que toca à compra de produtos nas lojas virtuais.

Quando está num "site" de compras e, no último passo, lhe perguntam se aceita fornecer os seus dados pessoais para efeitos de marketing, o quê que faz? Aceita ou recusa?

Mesmo sem saber qual a sua resposta, há um estudo que indica aquela que parece ser a tendência dominante entre os consumidores nacionais.

O observador Cetelem sugere que quatro em cada cinco consumidores portugueses prefere não partilhar informações pessoais na rede. Por entenderem que isso é arriscado.

Somos mesmo os mais conservadores a nível europeu. E desconfiados. 70% dos consumidores portugueses dizem que não confiam na descrição dos produtos à venda na net, ao contrário do resto dos europeus.

Mas voltemos à partilha de informações. A média europeia deste estudo do Cetelem revela que apenas um em cada cinco consumidores está preocupado com a segurança dos seus dados. E, vai daí, aceita facultá-los. Os húngaros e os dinamarqueses são os mais permeáveis a esta técnica de marketing.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.