|

 Confirmados

 Suspeitos

 Recuperados

 Mortes

Tópico:
expo98

  • Mergulhar nos oceanos

    Reportagem

    Mergulhar nos oceanos

    22 mai, 2018 - 13:35

    No âmbito dos 20 anos da Expo 98, dedicada aos oceanos, a Renascença foi saber mais sobre este património do futuro.
  • Silêncio que se vai ouvir o mar

    Acústica submarina

    Silêncio que se vai ouvir o mar

    22 mai, 2018 - 07:07

    Porque é que tem havido baleias e golfinhos a dar à costa em praias? Uma das respostas pode estar escondida nos ruídos dos oceanos.
  • Pão de algas para comer e um gin de algas para acompanhar

    CETEMARES

    Pão de algas para comer e um gin de algas para acompanhar

    22 mai, 2018 - 07:04

    No CETEMARES, em Peniche, as algas são rainhas. Servem para criar comida fora do comum, mas também para aumentar o tempo de vida útil de alguns alimentos e até para combater tumores e a doença de Parkinson.
  • "Está a dar-se muito destaque ao plástico, mas a poluição invisível é mais preocupante"

    Saúde dos oceanos

    "Está a dar-se muito destaque ao plástico, mas a poluição invisível é mais preocupante"

    22 mai, 2018 - 07:02

    Se nada for feito, em 2050 haverá mais plásticos do que peixes no mar. Mas nem só de plástico se faz a poluição marinha. No Algarve, por exemplo, há elevados níveis de prozac de um lado e de anti-inflamatórios do outro. E é preciso fazer alguma coisa.
  • “Portugal aguardava o momento para se mostrar ao mundo”

    20 anos da Expo 98

    “Portugal aguardava o momento para se mostrar ao mundo”

    22 mai, 2018 - 07:02

    Em 1998, António Costa era ministro dos Assuntos Parlamentares, mas o atual primeiro-ministro já acompanhava a Expo desde o início, primeiro como deputado municipal em Lisboa e depois como vereador na Câmara de Loures. A Renascença recorda a Expo com 20 histórias da maior intervenção feita na cidade de Lisboa desde o terramoto de 1755.
  • Um Parque das Nações quatro palmos abaixo do chão

    20 anos da Expo 98

    Um Parque das Nações quatro palmos abaixo do chão

    21 mai, 2018 - 08:00

    Há dois caminhos para ir do Hospital Cuf Descobertas até à Ponte Vasco da Gama. Pelas avenidas do Parque das Nações ou através das galerias técnicas, um conjunto de túneis que rasga o subsolo de todo o território de intervenção da antiga Expo.A Renascença recorda a Expo com 20 histórias da maior intervenção feita na cidade de Lisboa desde o terramoto de 1755.
  • A Expo 98 pôs mais Portugal no mundo e mais mundo em Portugal

    20 anos da Expo 98

    A Expo 98 pôs mais Portugal no mundo e mais mundo em Portugal

    18 mai, 2018 - 08:00

    O impacto económico da Expo 98 não se mede só em receitas ou em empregos criados. Augusto Mateus, que era ministro da Economia quando o projeto foi lançado, considera que o aumento da autoestima e a abertura ao mundo foram as principais vantagens da exposição internacional para a economia portuguesa. A Renascença recorda a Expo com 20 histórias da maior intervenção feita na cidade de Lisboa desde o terramoto de 1755.
  • “Parque das Nações é um nome desastroso”

    20 anos da Expo 98

    “Parque das Nações é um nome desastroso”

    17 mai, 2018 - 07:00

    Luis Vassalo Rosa foi o coordenador do plano de urbanização da Expo 98. Do que mais se orgulha é da nova ligação criada entre os lisboetas e o espaço público. Outros aspetos desagradam-lhe bastante. Antes da Expo, confessa, adorava fazer passeios noturnos naqueles terrenos. A Renascença recorda a Expo com 20 histórias da maior intervenção feita na cidade de Lisboa desde o terramoto de 1755.
  • O fantasma da refinaria

    20 anos da Expo 98

    O fantasma da refinaria

    16 mai, 2018 - 08:00

    Durante meses, os moradores da zona sul do Parque das Nações não puderam abrir as janelas. Um intenso cheiro a petróleo atacava os olhos e as vias respiratórias. As análises revelaram que a origem do cheiro estava nos terrenos contaminados onde decorriam obras. Os moradores protestaram, apresentaram provas, mas as autoridades nada fizeram. A Renascença recorda a Expo com 20 histórias da maior intervenção feita na cidade de Lisboa desde o terramoto de 1755.
  • Transformar o inferno num paraíso prometido

    20 anos da Expo 98

    Transformar o inferno num paraíso prometido

    15 mai, 2018 - 08:10

    O limite oriental de Lisboa, junto ao rio Tejo, era a zona mais poluída da cidade. Os antigos terrenos industriais entraram num processo de degradação contínua ao longo das décadas de 1970 e 80. Sobrou o lixo e uma enorme quantidade de materiais tóxicos. Limpar os terrenos foi o primeiro passo para a construção da Expo 98. A Renascença recorda a Expo com 20 histórias da maior intervenção feita na cidade de Lisboa desde o terramoto de 1755.