|

Medicamentos de marca mais baratos a partir de 1 de Abril

29 mar, 2013 • Ana Rodrigues

Cada utente deve poupar 2,5 euros, em média, comparando com o que gasta agora. Para o Estado, significa uma poupança de 74 milhões.

A partir de segunda-feira, o preço médio dos medicamentos de marca vai baixar 4,41 euros. É o resultado da entrada em vigor da revisão anual dos preços, que vai permitir uma poupança de 74 milhões de euros.

Do total, quase 47 milhões são poupados nos encargos do Serviço Nacional de Saúde nas comparticipações de medicamentos.

Os genéricos mantêm os preços.

Para os utentes, segundo o Infarmed, a poupança será de cerca de 27 milhões de euros, ou seja, cada português vai poupar dois euros e meio.

O valor já foi contestado pelo Movimento dos Utentes do Serviço Nacional de Saúde, que considera o acerto decepcionante, tendo em conta as dificuldades que as famílias estão a enfrentar.

A Associação Portuguesa da Indústria Farmacêutica (Apifarma) considera, por seu lado, que a prevista baixa de preços dos medicamentos pode prejudicar a saúde das empresas e aumentar ainda mais a falta de medicamentos nas farmácias.

Na opinião o presidente da Apifarma, João Almeida Lopes, Portugal tem uma situação gravíssima de falta de medicamentos no mercado, precisamente porque os preços dos medicamentos estão muito baixos”, situação que “pode agravar-se ainda mais”.