|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

Estudo desvenda hábitos de leitura em livros electrónicos

10 jul, 2012 • Maria João Costa

Tablet, smartphones, e-readers são os preferidos de 54% dos portugueses que têm o hábito de ler livros electrónicos.

Estudo desvenda hábitos de leitura em livros electrónicos

O primeiro estudo sobre os hábitos de leitura de livros electrónicos em Portugal revela que a maioria já opta por leitores digitais portáteis em vez do computador.

A Renascença revela este estudo no dia em que a WOOK, a livraria digital do Grupo Porto Editora, apresenta uma solução que vai permitir ler livros digitais, independentemente dos aparelhos ou sistemas operativos.

"Tablets", "smartphones", "e-readers" e outro tipo de aparelhos portáteis são os preferidos de 54% dos portugueses que têm o hábito de ler livros electrónicos. O computador é usado apenas por 43%.

Por temas, a literatura lidera na lista de compras (42 %), seguida de livros técnicos (29%). Já o mercado de manuais escolares representa apenas 10%. Mais abaixo, com 3%, surgem os livros infanto-juvenis.

O estudo conclui ainda que, das 537 respostas validadas, 26% leram mais de quatro livros digitais nos últimos três meses.

Quanto à resistência aos livros electrónicos, 50% dos que não compraram "ebooks" fizeram-no por preferirem o livro em papel. Outros 18% consideram pouco apelativo o preço dos leitores digitais.

Já entre os que compram livros electrónicos, 31% destacam a facilidade de utilização, 22% o preço e 14% a novidade desta inovação.