Esta noite “O Meu Bairro” é na Amadora

20 jun, 2014

Documentário sobre o trabalho dos missionários da Consolata no bairro do Zambujal vai ser oficialmente apresentado esta sexta-feira, depois de ter sido oferecido ao Papa pelas autoras.
Esta noite “O Meu Bairro” é na Amadora
Inês e Daniela Leitão são irmãs e este é o segundo documentário que fazem juntas, para mostrar como a Igreja está hoje no terreno, junto dos que mais precisam.

“O meu Bairro” fala sobre o trabalho dos missionários da Consolata no bairro do Zambujal, nos arredores de Lisboa. Uma “história fantástica”, diz Inês, e que já surpreendeu quem viu o filme em Fátima: “As pessoas normalmente não acreditam, acham que padres são só para rezar. Eles rezam, mas há um trabalho que realizam e é um trabalho de terreno. Estes padres vivem lado a lado com a pobreza, com o desemprego, com dificuldades sociais”.

Este é já o segundo documentário que Inês e Daniela Leitão fazem sobre o trabalho da Igreja no terreno. O primeiro, "Mulheres de Deus", foi sobre as Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus, e passou na RTP. Contava a história de quatro religiosas que se dedicam aos cuidados na área da doença mental na Casa de Saúde da Idanha.

“Foi aí que descobrimos aquilo que queremos fazer juntas, que é mostrar Igreja”, explica Inês. “Fomos conhecer a Idanha por dentro, e a história daquelas mulheres. O que é que hoje faz uma mulher entregar-se à vida religiosa? Porque é que o faz? Quais são as suas motivações? E descobrimos mulheres felizes”.

Com os missionários da Consolata também descobriram “homens felizes”, E é essa descoberta que querem mostrar ao grande público.

Em Fevereiro as manas Leitão entregaram pessoalmente este documentário ao Papa Francisco. Agora chegou o tempo de o divulgar junto dos portugueses. Inês não esconde o orgulho que sente em dar visibilidade ao trabalho destes homens e mulheres da Igreja: “Como criadora ter a possibilidade de mostrar pessoas que fazem coisas extraordinárias, para mim é uma felicidade. Sinto-me muito privilegiada, porque elas para mim são efectivamente pessoas de excepção".

O Documentário “O meu bairro” pode ser visto hoje nos Recreios da Amadora, a partir das 21h30. A entrada é livre e no final haverá uma tertúlia sobre “Migrações e Refugiados”, a propósito do Dia Mundial do Refugiado que se assinala a 20 de Junho.