|

 Casos Ativos

 Internados

 Recuperados

 Mortes

Papa rezou com jovens reclusos pelas vítimas de violência

26 jul, 2013

No terço, feito à mão pelos reclusos, estava escrito “Candelária nunca mais”, uma intenção recordada pelo Papa em cada dezena.

O Papa rezou o terço esta tarde com os jovens reclusos com quem esteve no paço episcopal, no Rio de Janeiro.

Os reclusos levaram com eles um terço feito à mão, com contas de esferovite, e que tinha a inscrição “Candelária nunca mais”. A frase evoca o massacre de Candelária, que teve lugar há precisamente 20 anos, em que homens armados abriram fogo sobre um grupo de meninos de rua, no Rio de Janeiro. Oito rapazes morreram, entre os 11 e os 10 anos de idade.

Os nomes das vítimas estavam escritos nas contas do terço, que Francisco fez questão de rezar com os jovens e em cada dezena recordou o massacre e as suas vítimas.

Segundo os relatos que surgiram do encontro o Papa pediu o fim da violência e disse aos reclusos para rezarem pelas vítimas da violência no mundo.

Entre os reclusos havia pelo menos uma mulher, que cantou uma música da sua autoria e leu ao Papa uma carta em nome dos outros reclusos.

O Papa não fez qualquer discurso neste encontro, mas pediu aos reclusos que rezem por ele.