Nobel da Química premeia desenvolvimento da microscopia de alta resolução

08 out, 2014

Eric Betzig, Stefan W. Hell, William E. Moerner são vencedores do prémio Nobel da Química deste ano.
Nobel da Química premeia desenvolvimento da microscopia de alta resolução
Nobel da Química premeia desenvolvimento da microscopia de alta resolução
A invenção do microscópio de super resolução, que abre novos caminhos à investigação molecular, celular e neurobiológica, valeu a dois cientistas americanos e um alemão, o Prémio Nobel da Química deste ano.
Eric Betzig, Stefan W. Hell, William E. Moerner são vencedores do prémio Nobel da Química deste ano pela sua contribuição dada no campo da microscopia fluorescente de alta resolução.

Os três investigadores, refere a Real Academia de Ciências Sueca, são "recompensados pelo desenvolvimento da microscopia de fluorescência em alta resolução". Graças ao seu contributo, refere ainda o júri encarregue de atribuir o Nobel, o microscópio óptico pode agora espreitar o mundo nano".

Até agora, era impossível estudar as células vivas a partir de um determinado patamar, mas o trabalho destes cientistas permitiu superar isso, através da investigação de Stefan Hell, que inventou o microscópio "stimulated emission depletion (STED)", e de Eric Betzig e William Moerner, que desenvolveu o microscópio de molécula única.

Estas invenções, sublinha a academia sueca, são úteis na compreensão de doenças comuns, como a doença de Parkinson, Alzheimer e Huntington.

Ao desenvolver um microscópio à nanoescala, estes cientistas conseguiram ultrapassar as limitações da microscopia óptica e quebrar a barreira assente entre o meio académico de que nunca se conseguiria obter uma resolução de imagem melhor do que metade do comprimento de onda da luz.

Eric Betzig é americano e trabalha no instituto de medicina Howard Hughes, no estado da Virgínia. Stefan Hell é alemão e trabalha no Instituto Max Planck para Química Biofísica, em Göttingen, e no Centro Alemão de Pesquisa de Cancro, em Heidelberg. William E. Moerner é americano e trabalha na Universidade de Stanford, na Califórnia.

Uma semana Nobel
O Nobel da Literatura será conhecido dia 9 de Outubro e dia 10, será anunciado pelo presidente do Comité Nobel Norueguês, Thorbjørn Jagland, o prémio Nobel da Paz.

O prémio Sveriges Riksbank de Ciências Económicas em Memória de Alfred Nobel será anunciado a 13 de Outubro.

Todos os prémios serão entregues a 10 de Dezembro, aniversário da morte do magnata sueco fundador do galardão, Alfred Nobel (1833-1896), químico e inventor da dinamite.

Em mais de um século de entrega de prémios foram distinguidas 22 organizações, 852 pessoas, incluindo 45 mulheres.

Os galardoados recebem um diploma, uma medalha de ouro e prémio monetário de cerca de 900 mil euros.