Dia "D" para professores. Milhares vão saber se conseguiram colocação

31 ago, 2012

Aulas começam na semana de 10 a 14 de Setembro, mas os docentes têm de apresentar-se na escola logo no início do mês.
Dia "D" para professores. Milhares vão saber se conseguiram colocação
Milhares de professores ficam esta sexta-feira a saber se e onde obtiveram colocação, para dar aulas no ano lectivo que está prestes a iniciar-se.

As aulas começam na semana de 10 a 14 de Setembro, mas os docentes têm de apresentar-se na escola, logo no início do mês.

No ano passado, a 31 de agosto, o Ministério da Educação revelou que tinham ficado por preencher mais de 3.000 horários de 18.118 solicitados pelas escolas, no concurso para professores a contrato.

O ministério observou, então, que aqueles dados denotavam "alguma insuficiência do sistema", que prometeu solucionar. Decidiu que os mais de 3.000 horários iriam para a bolsa de recrutamento, a que as escolas poderiam recorrer até ao fim do ano.

Através do concurso, foram contratados 12.747 professores e a tutela recorreu a 2.192 professores de carreira para preencher as necessidades das escolas.

Quanto aos professores de carreira que se apresentaram ao concurso por estarem com horário zero ou por condições específicas (doença ou acompanhamento de familiares), candidataram-se 4.042 e foram colocados 2.192.

Os docentes com horário zero não colocados ficaram destinados a "trabalho
de apoio aos alunos".

Relativamente ao ano que agora vai iniciar-se, o secretário de Estado do Ensino e Administração Escolar, João Casanova de Almeida, disse à Lusa este mês que o número de professores efectivos que integram o concurso de mobilidade interna poderá diminuir, consoante as necessidades temporárias das escolas.