O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.

Já há solução de governo na Grécia

26 jan, 2015 • Ricardo Conceição, enviado especial à Grécia

Para garantir a maioria absoluta, a coligação de esquerda Syriza vai coligar-se com os Gregos Independentes, de direita.
Já há solução de governo na Grécia
Já há solução de governo na Grécia
Esquerda e direita unidos. Partido antiausteridade Syriza vai coligar-se com os Gregos Independentes.

Já há solução de Governo na Grécia. O Syriza, que venceu as eleições legislativas sem maioria absoluta, chegou esta segunda-feira de manhã a acordo com os Gregos Independentes (ANEL) para formarem uma coligação.

O Syriza, partido da chamada esquerda radical, liderado por Alexis Tsipras, conseguiu 149 deputados nas legislativas de domingo - ficou a dois a maioria absoluta.

Nas reuniões desta segunda-feira, chegou a acordo de coligação com os Gregos Independentes, de direita. O partido liderado por Panos Kammenos conquistou 13 lugares no Parlamento de Atenas.

O anúncio do acordo foi feito por Panos Kammenos, à saída da sede do Syriza. O novo Governo definido como "patriótico” vai juntar a esquerda e a direita.

Os Gregos Independentes aceitam entrar num Governo de esquerda porque dizem que há uma conspiração internacional contra a Grécia, que é personificada pela troika e pelas regras impostas pelo estrangeiro.

O líder do Syriza, Alexis Tsipras, desloca-se esta segunda-feira ao palácio presidencial, pelas 13h30 de Lisboa, para apresentar a solução de Governo ao Presidente, Karolos Papoulias.

Ao final da tarde, início de noite, Alexis Tsipras deverá fazer o juramento como novo primeiro-ministro da Grécia, sucedendo a Antonis Samaras, da Nova Democracia.

A cerimónia do juramento poderá ser religiosa ou não. A decisão cabe ao líder do Syriza e futuro chefe do Governo.

O novo Governo da Grécia deverá tomar possa na terça-feira.