O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
Ouvir Emissão
Acabou de Tocar SCORPIONS - STILL LOVING YOU Acabou de Tocar

Últimas NotíciasPaísMundoPolíticaEconomiaReligiãoCulturaSaúde e CiênciaInfo A-ZEspeciaisSínodoPodcast

Imagens chocantes mostram torturas a doentes na Síria

Canal britânico revela imagens chocantes de tortura a doentes na Síria

  • Áudio Funcionário sírio relata o que viu

"Eu vi detidos a serem torturados com choques eléctricos, chicoteados, espancados com bastões. Partiam-lhes as pernas", revela o funcionário que gravou as imagens.
06-03-2012 8:15
Um vídeo gravado às escondidas por um funcionário mostra imagens chocantes de alegadas torturas a doentes internados no hospital militar da cidade de Homs.

Os pacientes estão acorrentados às camas com os olhos vendados e são torturados com choques eléctricos e bastonadas.

As imagens estão a ser divulgadas pelo "Channel 4" da Grã-Bretanha, que falou com o funcionário que as gravou. A maior parte dos doentes refere-se a civis que participavam em manifestações contra o regime ou militares que se recusaram a seguir ordens.

“Eu vi detidos a serem torturados com choques eléctricos, chicoteados, espancados com bastões. Partiam-lhes as pernas. Eles torcem os pés até partirem as pernas, operam sem anestesia. Vi espancarem detidos: batiam com as cabeças contra as paredes", começa por descrever o funcionário, entrevistado em lugar seguro.

"Amarram os doentes às camas e negam-lhes água. Às vezes, têm de amputar membros, que acabam por gangrenar, porque os médicos não prescrevem antibióticos. Alguns detidos costumavam ser transferidos do hospital para a prisão. Agora, quando regressam, ou estão mortos ou com ferimentos graves no crânio”, acrescenta o funcionário.

São os médicos e o pessoal hospitalar que torturam os próprios doentes, avança a mesma fonte. O canal de televisão não conseguiu confirmar a veracidade das imagens.

A cidade de Homs tem sido bombardeada nas últimas semanas pelas forças fiéis ao presidente sírio, Bashar al-Assad e a Cruz Vermelha Internacional continua impedida de entrar nos bairros mais atingidos.

As organizações sírias dos direitos humanos acusam o regime de Damasco de estar a levar a cabo uma limpeza das ruas antes da entrada da ajuda humanitária.

A responsável pelas operações humanitárias da ONU deve visitar a Síria ainda esta semana, acompanhada do ex-secretário-geral das Nações Unidas Kofi Annan, nomeado enviado especial para o país.
PARTILHAR

Comentários (60)
  • » jmsa, mirandela, 02-04-2012 16:52

    pobre siria se tivesse petrólio já teriam ido lá assim teemque aguentar
  • » jmsa, pn, 02-04-2012 16:25

    Esses reporters se calhar são os mesmos que foram ao iraque com o pretexto que possuiam um grande arsenal atómico
  • » tambarino, lisboa, 23-03-2012 23:59

    Estas imagens foram gravadas na Líbia. Os assassinos da Al-Qaeda é que são peritos em técnicas de tortura!
  • » ze21, sintra, 19-03-2012 14:25

    mas estes não são todos da mesma religião? e não teem noção do que fazem? portugal tambem tem um passado triste mas tamos no sec xxi
  • » antonpor, Parede, 19-03-2012 9:47

    Boa montagem...mas vê-se logo que só uns tansos permitiriam que andassem por ali a filmar à tripa fôrra....Assim,não passa....
  • PUB
  • » Indulgente, Amadora, 15-03-2012 19:50

    Se a invasão islãmica da europa continuar, daqui a anos, veremos imagens iguais em França, Espanha, Alemanha, etc... Em democracia, tuo é possível, até a tortura..., o aborto é o caso mais conhecido e chocante.
  • » ana, Beja, 14-03-2012 16:39

    Politica à parte gostava de perceber a vossa dúvida em relação à veracidade dos factos. São vidas humanas que estão ali na condição mais deplorável e desumana...isso não basta para nos pertubar? O importante não são os factos? É a interpretação dos mesmos que lhes retira a validade?
  • » cristiano ribeiro, paredes, 13-03-2012 19:19

    isto é treta, propaganda dos serviços secretos, completa mistificação do canal inglês....fico admirado como há quem acredita nisto chega de falsificações...
  • » Machado, Ponta Delgada, 13-03-2012 15:43

    A Europa e a Nato foram muito prontas em intervir militarmente na Síria, afim de acabar e derrubar o regime de Khadafi. Agora na Síria, com uma mortandade e destruição de cidades muito mais elevada, não conseguem ou não querem fazer nada. Claro que a situação é outra; lá se encontra uma base naval Russa e enormes interesses Chineses. Aliás estes dois países já vetaram na ONU uma moção de condenação. Este é que é o grande problema, o facto da Rússia e a China estarem a apoiar Assahd. Não houve, até ao momento, qualquer coragem de enfrentar esta situação. Entretanto a mortandade continua.
  • » Andre, Lisboa, 13-03-2012 11:00

    Será que portugal é a Siria pois os nossos velhos morrem aos minhares sem tratamento. Onde andam os jornalistas deste pais?Onde estão os direitos humanos? Antes de falar nos outros olhem o que se paSSA AQUI
  • PUB

Deixe aqui o seu comentário relativo a este artigo. Todos os comentários estão sujeitos a mediação.

Tem 1500 caracteres disponíveis

Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.


Entrar Renascença V+
Quem paga a travessia dos Pirinéus?



INFORMAÇÃO      BOLA BRANCA      PROGRAMAÇÃO      MÚSICA      MULTIMÉDIA      OPINIÃO