O melhor pão de Berlim é feito por uma portuguesa e um grego

04 jul, 2015

Casal greco-português submeteu a competição entre padarias de várias cidades alemãs dois trunfos portugueses: o pastel de nata e o pão de deus.
O melhor pão de Berlim é feito por uma portuguesa e um grego

Quando em 2006, a portuguesa Paula Gouveia e o grego George Andreadis abriram a pastelaria "Bekarei" em Berlim, estavam longe de imaginar que em 2014 um programa televisivo alemão os convidaria a competir pelo título de "A melhor padaria da Alemanha".

"Não levámos muito a sério porque achámos que nunca na vida conseguiríamos ir longe no programa. A Alemanha tem um grande tradição na padaria, achamos que nos escolheram para dar um toque diferente ao programa", relembra Paula Gouveia, 41 anos, há 20 na Alemanha.

O programa emitido pelo canal alemão ZDF em Outubro de 2014 e com um formato similar ao "Cookoff" da RTP1 baseava-se numa competição entre padarias de várias cidades alemãs.

A primeira prova, que decorreu no dia em que Portugal jogou e perdeu contra a Alemanha no Mundial de 2014, tinha como base a produção de um pão tipicamente alemão, o schrippe. "Ganhamos a ronda de Berlim, com o papo-seco berlinense. Nem podia acreditar. Portugal perdeu mas nós ganhamos!", congratula-se Paula.

Na segunda ronda, o casal apresentou os trunfos portugueses - o pastel de nata e o pão de deus. "Ganhamos a Dresden, fomos os melhores da Alemanha de Leste. O júri ficou maravilhado com o pão de deus. Foi uma experiência magnífica", recorda George Andreadis, 39 anos, filho de emigrantes gregos na Alemanha, que nunca tinha trabalhado como pasteleiro antes de abrir o negócio com a mulher.

Assim que o programa estreou, a fama da pequena pastelaria no bairro berlinense de Prenzlauer Berg cresceu e não faltaram fãs a fazerem fila à porta da "Bekarei". "Apareceu tanta gente, não estávamos a contar com esta euforia. As pessoas chegavam cá à tarde e quase já não tínhamos nada para vender. Tiramos fotografias com as pessoas, demos autógrafos", brinca Paula.

Na final, o casal greco-português ficou em sexto lugar no programa e o primeiro prémio foi para uma padaria em Frankfurt.

O casal que, além da padaria, explora também um bar em Berlim, está a planear expandir o negócio. "Por agora não posso revelar muitos detalhes mas posso dizer que vamos ter outro local de produção, assinamos contrato agora. É um espaço maior em Weinsensee", conta portuguesa.