Centro de vacinação de Gaia. Utentes queixam-se de frio e longas esperas sem distanciamento

25 nov, 2021 - 18:19 • Inês Rocha

Num dos dois centros de vacinação que servem o terceiro concelho mais populoso do país, Vila Nova de Gaia, utentes e funcionários têm uma longa lista de críticas a fazer - desde o tempo de espera à a falta de distanciamento no interior, por a área ser pequena. Os utentes queixam-se também do frio e da falta de acessibilidade das casas de banho. O espaço foi arranjado pela autarquia para substituir o Pavilhão das Pedras, utilizado na primeira fase da vacinação, uma vez que agora é necessário para a prática desportiva. Eduardo Vítor Rodrigues recusa responsabilidades e diz que se a Administração Regional da Saúde tiver alternativa melhor, não se opõe. A ARS promete melhorias, como o alargamento de horário, colocação de aquecedores e de uma tenda no exterior para aumentar o espaço de espera.

RSS iTunes URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.