Rangel recusa falta de quadros no PSD

17 mar, 2022 - 07:08 • Susana Madureira Martins (Renascença) , Sofia Rodrigues (Público)

Paulo Rangel, 54 anos, perdeu contra Rui Rio em Novembro passado, mas acredita que o resultado do PSD nas legislativas de Janeiro “seria diferente” se nessa altura tivesse ganho a corrida. Não se pronuncia sobre “proto-candidatos” à liderança nem sobre se gostaria de cumprir mais um mandato – o quarto – no Parlamento Europeu. E recusa que o partido entre numa "renovação ideológica", colocando os social-democratas no centro-direita, "ponto final".

RSS iTunes URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários
Tópicos

Renascença na Ucrânia

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.