Carlos Moedas: "O Governo tem que resolver a situação com o Metro"

02 nov, 2021 - 12:57 • Miguel Rato , Joana Bourgard , Miguel Coelho , Joana Marques , Ana Galvão e Inês Lopes Gonçalves

Face à sucessão de greves no Metro de Lisboa, que esta semana coincidem com a realização da Web Summit, o presidente da Câmara de Lisboa pede a intervenção do Governo para minimizar os efeitos destas paralisações. "Acho que o que se está a passar esta semana é triste. É triste para Lisboa porque é a imagem de todos nós. Portanto, acho que o Governo tem que resolver a situação com o Metro", disse em entrevista à Renascença. Carlos Moedas lembrou que não tem responsabilidade sobre a empresa, mas assegura que estão a apoiar, reforçando as carreiras da Carris.

RSS iTunes URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.