Hora da Verdade

Diogo Ayres Campos prefere que não seja necessário recorrer aos privados

23 jun, 2022 - 07:10

Em entrevista à Renascença e ao jornal Público, Diogo Ayres Campos defende que é preciso assegurar que há capacidade de resposta por parte dos hospitais. O presidente da comissão adianta que o objectivo é que a resposta às grávidas seja dada pelos hospitais públicos mas que pode ser mesmo necessário recorrer aos privados.

RSS URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários

Renascença na Ucrânia

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.