BE dispensa exigência de Marcelo para "acordo escrito" com PS

16 dez, 2021 - 06:22 • Susana Madureira Martins (Renascença) e Liliana Borges (Público)

Catarina Martins mantém a exigência de um acordo parlamentar escrito para manter negociações com o PS no caso de o partido liderado por António Costa não conseguir a maioria absoluta. A líder do Bloco de Esquerda é a convidada desta semana do programa Hora da Verdade da Renascença e do jornal "Público" e diz que o partido que lidera "não faz o que é necessário porque um Presidente da República o exige".

RSS URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.