Os portugueses a caminho dos Jogos Olímpicos

"Temos campeões do mundo". Presidente do Comité Olímpico confia que é realista sonhar com duas medalhas em Tóquio

19 jul, 2021 - 06:30 • Carlos Dias

José Manuel Constantino tem consciência do histórico nem sempre positivo e de que as restrições decorrentes da pandemia da Covid-19 podem levar a resultados surpreendentes. Porém, garante que Portugal tem "uma seleção forte", pelo que o objetivo definido com o Estado é alcançável. "Espero é que a ausência de público não adultere o valor desportivo da nossa missão", admite, em entrevista à Renascença.

RSS iTunes URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários

Renascença na Ucrânia

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.