Seca deixa antiga aldeia de Vilarinho da Furna à vista

08 ago, 2022 - 18:14 • Olímpia Mairos , Pedro Valente Lima (edição de vídeo)

A aldeia, submersa há meio século para a construção da barragem que adotou o mesmo nome, já está com 70% do casario à vista, devido aos efeitos da seca. António Barroso, o guardião de Vilarinho da Furna, diz que “já desde 2009 que a água não baixava como está agora”.

RSS iTunes URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários
Tópicos

Renascença na Ucrânia

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.