Programa Alimentar Mundial

Prémio Nobel da Paz é "chamada para ação" durante "momento mais irónico da história moderna"

11 dez, 2020 - 11:28 • Sofia Freitas Moreira (edição) Reuters (imagens)

O Prémio Nobel da Paz foi atribuído este ano ao Programa Alimentar Mundial. Durante a cerimónia online da receção do Prémio, o diretor-executivo do programa das Nações Unidas, David Beasly, deixou um alerta: "por um lado, depois de um centenário de enormes avanços na eliminação da pobreza extrema, 270 milhões dos nossos vizinhos estão no limiar da fome. Isso é mais do que toda a população da Europa ocidental". Numa altura em que, apesar da pandemia, a riqueza continua a aumentar no mundo, Beasly sublinha que "precisamos de apenas 4,1 mil milhões de euros para salvar 30 milhões de vidas da fome extrema. O que é que me está a escapar aqui?".

RSS iTunes URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.