ONU considera ataque a centro de migrantes na Líbia um crime de guerra

04 jul, 2019 - 12:50 • Fonte: ONU

A ONU considerou crime de guerra o ataque aéreo a um centro de detenção de refugiados em Tajoura, nos arredores da capital da Líbia. O bombardeamento matou pelo menos 44 pessoas e mais de 130 ficaram feridas. As Nações Unidas apelaram, mais uma vez, ao cessar-fogo na região, que está em guerra civil desde 2014.
Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.