Catalunha prepara-se para eleger Puigdemont nas europeias. “É um castigo ao Estado espanhol”

24 mai, 2019 - 15:00 • Inês Rocha

Um ano e meio depois do referendo sobre a independência da Catalunha, cinco políticos independentistas foram eleitos deputados ao mesmo tempo que estão em prisão preventiva e o ex-Presidente da Generalitat, exilado na Bélgica, é candidato ao Parlamento Europeu. Em Barcelona, a Renascença encontrou cidadãos que se preparam para enviar uma mensagem positiva ao ex-Presidente regional, mas há também quem considere que Puidgemont não devia poder candidatar-se.

RSS iTunes URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.