"Ali estão presos homens bons". A luta dos habitantes de Peniche pelos presos políticos

25 abr, 2019 - 09:01 • Maria João Costa , Joana Bourgard

Do lado de fora dos muros da Prisão de Peniche, cresceu com os anos um movimento de resistência. A população da vila piscatória habituou-se a olhar a Fortaleza e a ver nas ruas os agentes da PIDE cruzarem-se com as famílias dos presos. João Neves é um dos homens da terra. Na memória ficou para sempre o dia em que o pai passeava com ele à porta da Fortaleza e disse-lhe “ali estão homens bons”.
Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.