Papa pede que não se construam “monumentos à insatisfação”

20 abr, 2019 - 22:01 • Imagem: Vatican News

Na Basílica de São Pedro, durante a homilía da Vigília Pascal, o Papa sublinhou que Jesus "não é uma peça de museu, mas está vivo". Francisco apelou aos católicos para não se resignarem, sob pena de sepultarem a esperança. "Jesus não é um personagem do passado, é uma Pessoa viva hoje. Não Se conhece nos livros de história, encontra-Se na vida", disse o Papa. Durante a celebração, Francisco batizou oito adultos provenientes da Itália, Albânia, Equador, Indonésia e Perú.

RSS iTunes URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários
Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.