Renascença em Moçambique

Força conjunta portuguesa em Búzi presta "auxílio notável à população"

29 mar, 2019 - 07:00 • (edição imagem)

José Artur Neves, secretário de Estado da Proteção Civil, elogia a ação da força conjunta portuguesa em Búzi, Moçambique. Prestam um "auxílio notável à população". "Fantástico este trabalho de purificação de água, o único que aqui existe para se poder fornecer água à população. É gratificante", disse em entrevista à Renascença. A passagem do ciclone Idai em Moçambique fez mais de 490 mortos. No total, 2,9 milhões de pessoas foram afetadas em Moçambique, Zimbabué e Maláui.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.