Papa recorda missionários assassinados em todo o mundo

24 mar, 2019 - 11:55 • Imagem: Vatican News

O Papa assinalou hoje no Vaticano a jornada em memória dos “missionários mártires” e denunciou num “calvário” de perseguição aos cristãos, que em 2018 provocou a morte de 40 agentes pastorais, quase o dobro face ao ano anterior. Perante milhares de pessoas reunidas na Praça de São Pedro, Francisco recordou "este calvário contemporâneo de irmãos e irmãs perseguidos ou mortos por causa da sua fé em Jesus”.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.