Português na Beira. "Há um sentimento geral de reconstrução”

23 mar, 2019 - 18:32 • Joana Gonçalves Imagens: Pedro Alves

Pedro Alves, um português a viver em Maputo há seis meses, associou-se ao grupo de Facebook “Unidos por Beira” e completou hoje o primeiro dia de missão. Visitou o interior da cidade, socorreu famílias desalojadas que lhe pediram ajuda e passou por um orfanato para deixar bens alimentares e de primeira necessidade. A missão prossegue esta noite. Pelo menos 217 pessoas morrem em Moçambique, na sequência da passagem do cilone Idai pelo país.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.