As imagens da despedida. Força militar de reação rápida já está a caminho de Moçambique

21 mar, 2019 - 04:50 • Joana Gonçalves

Partiu esta madrugada o primeiro C-130 da Força Aérea com destino a Moçambique. A bordo vão 35 militares com a missão prioritária de busca, salvamento e resgate de pessoas em perigo, na Beira. Deste grupo fazem parte 25 fuzileiros, uma equipa médica do Exército e um oficial de engenharia. Marcelo Rebelo de Sousa esteve presente na cerimónia que antecedeu a despedida, juntamente com João Gomes Cravinho, ministro da Defesa Nacional.
Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.