Ciclone Idai faz pelo menos 84 mortos e 1.500 feridos em Moçambique

18 mar, 2019 - 18:19 • Imagens: Reuters

O ciclone Idai passou por Moçambique, Zimbabué e Malaui, causando uma enorme destruição. Vastas áreas de terra foram inundadas, estradas destruídas e comunicações interrompidas. Em Moçambique morreram pelo menos 84 pessoas, mas, segundo o Presidente daquele país, o número de vítimas pode subir até à casa dos milhares. No conjunto dos três países, há pelo menos 200 mortos confirmados, centenas de desaparecidos e milhares isolados.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.