Papa Francisco diz que líderes religiosos têm o dever de rejeitar a guerra

04 fev, 2019 - 18:18 • Imagens: Reuters e Vatican News

O Papa disse esta segunda-feira a líderes do mundo islâmico que as religiões têm de se unir para garantir um futuro de paz e liberdade para a humanidade. Num encontro inter-religioso em que participa nos Emirados Árabes Unidos, Francisco disse aos seus anfitriões que é com união que têm de enfrentar o futuro.
Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.