Marcelo: “Não há verdadeira democracia sem entidades estruturantes, como as Forças Armadas”

05 out, 2018 - 17:59 • Imagem: Câmara de Lisboa

Não há verdadeira democracia “sem atenção a entidades estruturantes como as Forças Armadas”, avisou esta sexta-feira o Presidente da República, no seu discurso nas celebrações do 5 de Outubro, em Lisboa. Marcelo Rebelo de Sousa alertou que o "tratamento errado das Forças Armadas" conduziu Portugal à República Nova que antecedeu o regime de Salazar. Marcelo referiu-se por duas vezes às Forças Armadas, o que assumiu especial relevância numa altura em que o caso Tancos está na ordem do dia.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.