Denis Mukwege, o médico defensor dos direitos das mulheres congolesas

05 out, 2018 - 14:09 • Imagem: Reuters

O Prémio Nobel da Paz é este ano atribuído a Denis Mukwege e Nadia Murad, pelos seus esforços em acabar com a violência sexual como arma de guerra. Denis Mukwege, médico na República Democrática do Congo, fundou um hospital que já tratou 46.000 mulheres, metade das quais vítimas de abusos sexuais.
Tópicos

20 mai, 2019 - 07:50

A Eslováquia é a campeã da abstenção nas eleições europeias. Porquê?
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.